Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saúde com Sabor

Este é um blog criado com Amor. Receitas são vegans, crudivoras e acima de tudo saborosas.

Sabe o que é uma intolerância alimentar?

 

 

Certo dia alguém disse que as intolerâncias são uma moda. E eu questiono-me se as dores intestinais, a azia, as enxaquecas, as gastrites, a asma, as artrites, as aftas, o refluxo, o cansaço, as cólicas, as eczemas, as tonturas, as náuseas, a prisão de ventre, a arritmia cardíaca, a conjuntivite, o inchaço pelo corpo, as dores abdominais, as dores articulares, a psoríase, o acne, a diarreia e tantos outros sintomas que desaparecem quando as pessoas que os sofrem deixam de comer determinados alimentos são pessoas loucas?

 

Se assim for, então 90% das pessoas têm sintomas e doenças psicossomáticas. Tratamos as consequências mas não a causa.

 

Efetivamente há melhorias significativas quando deixamos de ingerir os alimentos que não conseguimos tolerar.  A expressão:"Aquela comida cai-me mal!" ou "Comi qualquer coisa que me fez mal!" é tão usual, mas nem sempre conseguimos detetar o que nos caiu ou nos fez mal. É por isso que há os testes de intolerância alimentar. Fica aqui então a descrição  do que é uma intolerância alimentar e uma alergia alimentar.

Intolerância alimentar

  • Sintomas são tardios
  • Testes cutâneos negativos
  • Muitos alimentos relacionados
  • Dose relacionada a frequência e a quantidade
  • Afeta todos tecidos do corpo
  • Ocorre  em crianças e adultos
  • Frequentemente não é reconhecida
  • O alimento que faz mal geralmente é muito apreciado
  • Remissão possível se o alimento é evitado
  • Atinge mais de 90% da população
  • Resposta imunológica mediada por Imunoglobulina G (IgG)

Alergia Alimentar

  • Sintomas são imediatos
  • Testes cutâneos positivos
  • Poucos alimentos relacionados
  • Pequenas quantidades de alimento ou aditivos alimentares são suficientes para desencadear a alergia
  • Afeta principalmente pele e mucosa
  • Frequente em crianças
  • Facilmente diagnosticado sem teste
  • Rejeição do alimento pelo paciente
  • Pode ser permanente ou definitiva
  • Ocorre em 1-2% dos adultos e 2-8% das crianças
  • Resposta imunológica mediada por Imunoglobulina E (IgE)

 

Peço ainda a vossa atenção para o teste de intolerância alimentar que decida fazer. Eu acredito no teste de intolerância alimentar com o qual eu trabalho e se quiser informação é só comunicar.

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.