Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saúde com Sabor

Este é um blog criado com Amor. Receitas são vegans, crudivoras e acima de tudo saborosas.

Snack crudívoro - Cubos energéticos

Esta é uma receita habitual que dou a alguns pacientes nas minhas consultas de nutrição.

É rápida, prática, dura cerca de 10-15 dias no frigorifico e fica impecável.

A receita pode ser sempre modificada mediante a intenção do seu consumo. Caso faça desporto, então sugiro que inclua nos ingredientes proteína vegetal (ervilha, canhâmo, arroz), spirulina em pó e outros super alimentos que lhe façam sentido. Deixo-vos aqui alguns que podem ser incluídos.

  • Maca
  • Ginseng Panax
  • Ashwagandha
  • Guaraná
  • Moringa 
  • Sementes de canhamo descascadas

 

Aqui fica a receita dos Cubos energéticos

 

Ingredientes:

  • 1 Chávena de Tâmaras Medjool (250 g)
  • 3/4 Chávena Avelãs (100 g)
  • 1,5 Colher de sopa de proteína de canhamo/proteína de ervilha/proteína de arroz
  • 1 Colher de sopa de Sementes de Chia
  • 2 Colheres de sopa de Cacau em pó
  • 1/4 Colher de chá de Baunilha em pó
  • 1 Colher de sopa de spirulina

Método de Preparação:

  1. Colocar as avelãs no processador e processar até ficar em grumos mas sem formar farinha (aproximadamente 10 segundos).
  2. Adicionar os restantes ingredientes e processar até formar uma massa coesa que se destaca facilmente das paredes do processador (aproximadamente 1-2 minutos).
  3. Transferir a massa para uma folha de papel vegetal, enrolar e formar um rolo comprido com cerca de 2 cm de diâmetro.
  4. Alisar cada superfície contra a bancada.
  5. Colocar o rolo no frigorífico durante cerca de 20 minutos para a massa ficar firme.
  6. Retirar a massa do frio e cortar os cubos com uma faca à medida que entender, mas não se esqueça que é para serem cubos.

Tempo de preparação: 5 minutos

Hambúrguer de tremoço

DSC_8716.jpg

Muitos são os pedidos da partilha desta maravilhosa receita que faz parte do nosso menú dos nossos workshops de iniciação ao vegetarianismo.

 

Aqui fica a partilha desta receita que só demonstra que não é só a carne que possui proteínas.

 

 

Ingredientes:

  • 500 g de tremoço cozido (com ou sem casca)
  • 200 g de batata-doce
  • 2 dentes de alho
  • 35 g de linhaça triturada
  • ½ Cebola média
  • 70 ml Azeite
  • Coentros a gosto
  • Especiarias (pimenta, curcuma, noz moscada) a gosto

 

Modo de preparação:

  1.  Demolhe em várias águas o tremoço. Normalmente compra-se conservado em água e sal, e é importante demolha-lo em várias águas. 
  2. Coza a batata-doce com casca com água e um pouco de sal e retire a casca no final.
  3. Coloque o tremoço, a batata-doce e a linhaça triturada no processador de alimentos e triture tudo até ficar uma pasta grossa. Retire do processador e adicione as especiarias a gosto, a cebola picada e os coentros grosseiramente picados.
  4. Molde os hambúrgueres e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal, passe um fio de azeite por cima dos hamburgueres e leve cerca ao forno a cerca de 180ºC, por cerca de 15 minutos.

Tempo de preparação: 40 minutos

 

 

   Receita Unidade

Kcal

 919 120
 Hidratos de carbono  93,3 12,4
Proteínas 88,5 11,8
Gorduras 25 3,2
Fibra 29,9 4

 

fonte: nutritiondata.com

Iniciação ao vegetarianismo & veganismo e substitutos lácteos 24-1-2016

Saber que as nossas ações têm efeito na vida das pessoas é o que nos dá mais prazer. Já o disse e volto a dizê-lo que venho sempre cansada das maratonas que fazemos nos nossos workshops mas com o coração cheio de amor e gratidão.

Adoro o que faço e acima de tudo adoro fazer parte das Mudanças na vida das pessoas. Com as palavras que dou, com as evidências que demonstro, com a alegria e motivação que tenho e, mais uma vez digo que sou Feliz por ser assim.

Quem já foi aos nossos Workshops, já presenciou a minha forma de estar e por vezes acabo os eventos e penso que tenho que deixar de ser tão informal... mas ao mesmo tempo, penso que isso iria-me tirar a minha autenticidade. Sou autêntica, respeito-me e sou o que mostro e desculpem-me qualquer coisa.

No dia 24-1 tivemos dois momentos muito bons. Algumas pessoas estiveram connosco ao longo do dia e aproveitaram tudo o que fizemos e dissemos. Penso que nunca é demais relembrar quem somos e o que fazemos nesta vida, mas, acima de tudo, temos que preservar o que é nosso e é de todos, o planeta. É essa a mensagem que tento passar nos nossos Workshops.

No dia 24-1 estivemos no Algarve na casa de uma particular que pela 2ª vez nos cede o seu lar para poder ajudar a transformar a vida das pessoas. Muitas delas a Sílvia não conhece, mas não por isso que não abre as suas portas para partilhar o que lá dentro fazemos. Obrigada.

Aqui ficam alguns momentos maravilhosos que passámos no dia 24-1-2016.

Foto de momentos Algarve 24-1.jpg

 

Iniciação ao vegetarianismo & veganismo e Substitutos lácteos 16-1-2016

Foi assim o nosso primeiro evento de 2016. Um dia maravilhoso passado com pessoas todas diferentes mas todas com um só objetivo, querer viver com mais saúde dentro do equilíbrio nutricional.

Um dos grandes mitos é a deficiência nutricional que um vegetariano/vegano. E eu pergunto, quando estamos doentes os médicos dizem para comermos mais fruta, vegetais e legumes por causa das vitaminas! Isto é senso comum, então ainda acha que vai estar desnutrido? Sim é possível quando não variamos a nossa alimentação e ficamos restritos ao que na nossa cabeça é a alimentação vegetariana/vegana. Tanto que temos que aprender e que não nos ensinaram.... Mas não nos ensinaram porque quem tinha que nos ensinar também não sabia mas por isso é que estes eventos são importantes, para desmistificar dogmas culturais e familiares.

No dia 16 de Janeiro tivemos dois grupos magníficos com personalidades tão distintas e algumas de tão distante. Devo um obrigada a todas as que estiveram presentes, por acreditar e confiar nas minhas palavras e nos ensinamentos da Mónica.

Bem hajam.

Fica aqui alguns momentos...

Momentos 16-1-2016.jpg

 

Cozinhar...

Bem, cozinhar é muito mais do que chegar a casa, cansada, ir para a cozinha só porque sim e fazer qualquer coisa porque tenho fome. No entretanto, ainda como qualquer petisco rápido, como bolachas ou frutos secos, que já passei das medidas e pronto, está tudo perdido.

 

Cozinhar para mim é criar. É trabalhar a minha criatividade e inventar. Inventar com o que se tem, tendo sempre o frigorífico e a despensa com comida saudável e bio. Para mim, isso é cozinhar.


Há pessoas que quando chegam a casa só lhes apetece deitar no sofá e dizem-me que não vale a pena cozinhar para elas, afinal cozinhar para uma só pessoa não faz sentido.

E eu digo sempre: "Como não faz sentido?! Mas há alguém mais importante nesta vida sem ser você?" Quer ter mais saúde sem mudar os comportamentos?


Eu chego a casa, por vezes tarde e sim, ainda vou cozinhar, e que prazer me dá.

Antes não me dava qualquer prazer, aliás, a pessoa com quem partilhava a minha vida no passado, fazia questão de cozinhar e eu apenas me sentava e usufruia dos seus dotes culinários, os quais, confesso já estaria farta. Consegui na vida dele mudar hábitos como o consumo de carnes vermelhas e processadas, bem como lácteos, mas as carnes brancas só me consegui desprender delas quando também me desprendi dele.

Foi aí, há 2 anos que tudo começou. Sou feliz, muito mais feliz sem produtos de origem animal.

Agora, chego a casa e só me apetece preparar comidas maravilhosas, e sim, só para mim porque eu sou a pessoa mais importante da minha vida e sim...

...sou feliz.

DSC_7501.JPG

 

 

Substitutos lácteos 24-1-2016

 

 

DSC_8713.JPG

 Sim, estes iogurtes não são de soja.

Sim, estes iogurtes são ensinados no nosso evento de domingo, dia 24-1-2016.

Temos a preocupação de lhe proporcionar saúde através da variedade alimentar e, sempre com a qualidade de 100% biológico, 0% de glúten, 0% de lactose, 100% vegan.

Vagas já são poucas, não se vai inscrever?

Ficha de inscrição (2).docx

Loulé 24-01-2016 - lacteos (1).jpg

Informação - Bebidas vegetais - 24.01.2016 (1).pdf

Iniciação ao vegetarianismo e veganismo 24-1-2016

Loulé 24-01-2016 - iniciação ao vegetarianismo.

 Sim, porque já lá fomos e voltamos novamente só porque sim. Porque acima de tudo sabemos que podemos ajudar a Mudar mais vidas fornecendo as ferramentas necessárias para que isso aconteça. Não quero que seja só mais um workshop, quero que seja o que tem vindo a ser, uma ferramenta na vida das pessoas.

Últimas vagas:

Ficha de inscrição (1).docx

Loulé 24-01-2016 - iniciação ao vegetarianismo (1).jpg

Informação - Iniciação ao Vegan - 24.01.2016 (1).pdf